Plataforma digital de autoavaliação e monitoramento da coleta seletiva municipal, Brasil

Em países em desenvolvimento, a coleta seletiva possibilita valorizar os resíduos desviando-os de aterros e promove inclusão social e geração de renda. Apresenta-se metodologia de construção e disponibilização gratuita de Plataforma Digital de Indicadores e índices de Sustentabilidade da Coleta Seletiva como instrumento de auto-avaliação e monitoramento da gestão municipal e de organizações de catadores de materiais recicláveis. Métodos quali-quantitativos e participativos resultaram em duas matrizes de indicadores e índices. A Plataforma coleta dados que alimentam 37 indicadores, 16 de coleta seletiva e 21 indicadores de organizações de catadores a partir de questionários diferenciados. Os usuários têm acesso a séries históricas, gráficos, resultados numéricos, e qualitativos e em escala de cores. A Plataforma contribui para atingir os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e a implementação da Política Nacional de Resíduos e de Planos de Coleta Seletiva.

Palavras-chave: Resíduos sólidos. Coleta seletiva. Avaliação. Monitoramento.

Autores: Gina Rizpah Besen, Helena Ribeiro, Ana Paula Fracalanza, Pedro Roberto Jacobi, Wanda Maria Risso Gunther

Disponível em: https://periodicos.utfpr.edu.br/rts/article/view/11831

BESEN, G. R.; RIBEIRO, H.; FRACALANZA, A. P.; JACOBI, P. R.; GUNTHER, W. M. R. Plataforma digital de autoavaliação e monitoramento da coleta seletiva municipal, Brasil. Revista Tecnologia e Sociedade. Curitiba, v. 17, n. 47, abr./jun, p. 121-140, 2021.

0
Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *