Artigo: Estamos olhando para o lado certo? Análise da contribuição da ciência para uma abordagem baseada em ecossistemas para a gestão de praias na Macrometrópole Paulista

A complexidade das interações homem-ambiente em zonas costeiras são desafios à gestão, especialmente no ambiente praial, importante por seus serviços ecossistêmicos e contribuição ao bem-estar humano. Para superar tais desafios, a gestão baseada em ecossistemas propõem uma abordagem mais holística e integrada, com grande contribuição do conhecimento científico. Apresentamos aqui uma revisão da produção científica brasileira relacionada à gestão de praias, com foco na Macrometrópole Paulista. A revisão mostrou que as pesquisas sobre gestão de praias estão em estágio embrionário, sendo focadas em informações biofísicas e sem apresentar indicações para a aplicação do conhecimento gerado em processos de tomada de decisão. Concluímos que é imperativo investir em estudos com uma abordagem interdisciplinar, integrada e aplicada a fim de promover a abordagem ecossistêmica. Tal desafio é mundial, e vem sendo combatido por iniciativas internacionais como a que institui a Década das Nações Unidas da Ciência Oceânica para o Desenvolvimento Sustentável.

Link de acess: https://www.scielo.br/pdf/asoc/v23/pt_1809-4422-asoc-23-e01411.pdf

Autores:

Luciana Yokoyama Xavier – ORCID: 0000-0001-7074-9365

Leandra Regina Gonçalves – ORCID: 0000-0003-1182-418X

Helio Herminio Checon – Lattes: http://lattes.cnpq.br/4993316606047622

Guilherme Corte – Lattes: http://lattes.cnpq.br/1449570227801572

Alexander Turra – ORCID: 0000-0003-2225-8371.

 

0
Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *