Dias da Ada na UFABC!

Home / Eventos / Dias da Ada na UFABC!

Dias da Ada na UFABC!

O ++C&TpM com apoio do CMCC, o grupo de pesquisa LIRTE e os projetos Diversão Séria e Met@Aprendiz@m estão organizando o evento Dias da Ada na UFABC! 

O Dia da Ada Lovelace (ALD) é uma celebração internacional realizada todos os anos, desde 2009, na segunda terça-feira de outubro. A data foi instituída pela jornalista Suw Charman-Anderson com o objetivo de encorajar mulheres e minorias sub-representadas na ciência, tecnologia, engenharia e matemática. A primeira programadora de computador Ada Lovelace foi escolhida como modelo representativo das grandes conquistas das mulheres nessas áreas.

 Na UFABC, o ALD será comemorado ao longo de três dias com atividades gratuitas abertas ao público interno e externo, em especial crianças, adultos, professores e estudantes de ensino básico, médio e superior. 

Clique abaixo e veja alguns detalhes!

Resumo: Após o sucesso das anteriores oficinas de prototipação de jogos, a equipe do Diversão Séria realizará mais uma com a temática “Igualdade de Gênero” (ODS #5). O objetivo da oficina é a idealização de jogos para celular. Serão apresentados conceitos sobre jogos e, na parte prática, cada grupo de participantes criará um protótipo em papel de um game.

Horário: 13:30-17:30h 

Público Alvo: Adultos e Crianças a partir de 10 anos 

Vagas: 120

Lugar: Bloco A, Auditório A-103-0, Campus SA, UFABC

Professora: Rafaela Vilela, Doutora em Ciência da Computação pela Universidade Federal de São Carlos

Instrutores: Diego Buoro, Rháleff Oliveira, Daniella Rodrigues e equipe do projeto Diversão Séria

 

Resumo: Scratch é uma ferramenta desenvolvida pelo MIT para ensinar lógica de programação de forma divertida, criando histórias e jogos. No minicurso será feita uma breve introdução sobre a ferramenta e uma apresentação de um caso para que o público possa ser incentivado a utilizar a criatividade e aprender e/ou aplicar conhecimentos de programação em prática.

Horário: 13:30-16:30 

Público Alvo: Adultos e Crianças a partir de 10 anos 

Vagas: 50

LugarBloco A, Laboratório L409-2, Campus SA, UFABC

Professora: Marina Sparvoli, Doutora em Engenharia Elétrica pela Universidade de São Paulo

Instrutores: Maria Eduarda Brandão, Ana Flávia Silva Araujo, Leonardo Dos Santos Batista e equipe do projeto Met@Aprendiz@m

Horário: 14:00-16:30h 

Vagas: 120

Lugar: Bloco A, Auditório A-103-0, Campus SA, UFABC

Moderador: Jesús Mena- Chalco, CMCC/UFABC, Doutor em Ciência da Computação pelo IME-USP.  Coordenador da equipe da Plataforma Acácia.

Veja alguns detalhes a seguir!

Palestrante: Tamaris Parreira, Oracle. Diretora de Alianças e Canais na Oracle.

Palestrante: Elisandra Silva, Instituto Federal de São Paulo. Doutora em Engenharia Elétrica pela Escola Politécnica da USP. Coordenadora do Projeto de Extensão IF(meninas){nas exatas}

Resumo: Nesta mesa serão discutidas questões sobre ciência, tecnologia, diversidade e gênero de forma interdisciplinar. Serão apresentados e debatidos olhares de docentes, discentes de graduação, pós-graduação, funcionárias(os) da universidade e o público externo participante.

 

Alessandra Teixeira, CECS/UFABC, Doutora em Sociologia pela Universidade de São Paulo

Ana Lígia Scott, CMCC/UFABC, Doutora em Biofísica Molecular pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Bruna Vasconcello, CCNH/UFABC, Doutora em Política Científica e Tecnológica pela Universidade Estadual de Campinas. Mestra em Gênero e Política de Igualdade pela Universidade de Valencia

Elisandra Silva, Instituto Federal de São Paulo

Clarissa David, Bacharel em Ciência da Computação pela UFABC. Coordenadora de operações e estratégia na Uber

Maria Clara Vilas Boas, Aluna do Bacharelado em Ciência da Computação pela UFABC, Cientista de dados

O que acha de um crossover  UFABC + Facebook Developer Circles?!

Horário: 18:30-22:00h

Vagas: 50

Lugar: Estação Hack – Av. Paulista, 1374 – Bela Vista

Dá uma olhada no que teremos!

Resumo: Em um bate papo informal, as alunas e ex- alunas da UFABC Camila Sass, Lara Tenore, Tainara Ramim, e Clarissa David, juntam suas experiências em quatro diferentes empresas para compartilhar suas vivências e debater sobre o que uma menina deve ou não fazer nas entrevistas de emprego desde as expectativas, etapas, dinâmicas e até dicas para todos os processos.

Camila Sass, Bacharel em Ciência da Computação pela UFABC e Desenvolvedora Web na startup Bossabox.

Lara Tenore Ferreira, estudante de Ciência da Computação na UFABC e estagiária na área de Technology Consulting da Accenture Brasil. Amante de tecnologia, mas especialmente apaixonada por ensino e pesquisa, principalmente quando o assunto envolve Python.

Tainara Ramim, estudante de ciência da computação pela UFABC e Analista de Engenharia Mobile no Itaú (atualmente no projeto iti). Apaixonada por tecnologia, literatura e desenhos animados.

Clarissa Simoyama David (moderadora), Coordenadora de operações e estratégia na Uber, mestranda em Ciência de Dados na UFABC, e nas horas livres, quando sobram, tento jogar, tocar meu piano e não surtar. Bacharel em Ciência da Computação na UFABC, eu era uma das poucas mulheres da minha turma e que menos sabia programar no início, mas hoje programação é minha paixão, além de tentar misturar tudo que dá com computação!

Resumo: Atualmente as aplicações são compostas por várias funcionalidades desenvolvidas por times grandes e distribuídos. Neste cenário é fácil perceber que quando juntamos o que cada um desenvolveu num único produto existem alguns riscos: as telas podem ter aparências muito diferentes, o merge do código pode ser complexo e o que foi feito para uma funcionalidade pode impactar outras funcionalidades existentes. Por causa disso, algumas técnicas tem se tornado bastante popular no desenvolvimento de sites e aplicativos: a modularização de funcionalidades e a criação de um design system. Neste papo vamos explicar como estas técnicas ajudam a melhorar o desenvolvimento e manutenção de aplicações.

Julia Botan, Especialista em Engenharia de Software no Itaú, apaixonada por tecnologia, principalmente quando o assunto é desenvolvimento de software. Sou engenheira e desenvolvedora mobile, mestre em ciências da computação e curiosa por tudo que envolva inteligência artificial.

Resumo: Redes neurais são modelos computacionais inspirados na estrutura neural de animais, o que as torna capazes de adquirir conhecimento através da experiência e aprendizado. Nesta palestra, veremos o que é essa tecnologia e mostraremos na prática como fazer o seu primeiro neurônio, como classificar imagens utilizando o Tensorflow (biblioteca poderosa de Deep Learning) e exemplos de aplicação desse conhecimento nas empresas.

Poliana Nascimento Ferreira, Mestranda em Ciências da Computação na UFABC, graduada em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pela FIAP e entusiasta de Machine Learning e TensorFlow com foco em Computer Vision. Community Manager da AI Brasil e AI Brasil Girls, apaixonada por tecnologia no geral e palestrante/participante de eventos e comunidades.

Inscrições nas atividades dos dias 7/10 e 8/10

Inscrições no meetup do dia 9/10

A inscrição no meetup já está aberta e deve ser feita pelo site do Developer Circles, enquanto tiver vaga. Clique agora, veja mais detalhes e garanta a sua!!!

Comitê Organizador

  • Mirtha Lina Fernández Venero
  • Rafaela Vilela Rocha
  • Jesús Mena-Chalco
  • Denise Goya
  • Carla Rodrigues
 

Contacto

mirtha.lina at ufabc.edu.br

 

Apoio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *